UM BLOG A SERVIÇO DE CRISTO

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

73 - OLHE PARA SEU IRMÃO DO LADO E DIGA...


Muitos pregadores e cantores têm aderido ao artifício retórico: "Olhe para seu irmão do lado e diga isso ou aquilo". Talvez você já tenha notado esse modismo.

Essa manobra iniciou-se em comunidades e igrejas recém constituídas, visando deixar o culto mais alegre, fazer com que as pessoas se "soltem" e se aproximem umas das outras, enfim, são inúmeros os argumentos.

Como as novas igrejas têm crescido vertiginosamente, seus hábitos têm sido imitados em inúmeras denominações tradicionais.

Nada contra a socialização entre os irmãos e amigos, o que, aliás, é apreciável nas saudações e apresentações de visitantes.

O que se torna um incomodo é ter que ficar repetindo chavões.

20 anos não se via nada semelhante nas igrejas, nenhum tipo de recurso extra era usado, mas apenas e exclusivamente a exposição pura da PALAVRA DE DEUS , o louvor e a adoração ao SENHOR.

O culto não pode ser encarado como um auditório comum, onde as pessoas vão assistir a uma apresentação, discurso ou audiência, onde se fazem necessários o uso de atrativos verbais.

Cultuar deve estar intimamente ligado em adorar a DEUS em espírito e em verdade. (Jo 4.24) A palavra e pregação devem consistir em demonstração de espírito e de poder, nunca em palavras persuasivas de sabedoria humana. (I Co 2.4-5).

Não é necessário nenhum tipo de inovação, seguir um modismo e a nenhum mecanismo ou expediente que retire a espontâneidade e naturalidade de se cultuar.

Olhe para seu irmão do lado e diga definitivamente:

"NÃO PRECISAMOS DE MODISMOS NA IGREJA!"

Que DEUS nos abençoe.


Fonte:http://blogdopastorluciano.blogspot.com/



Postado por Odair Mercham Junior



*VALE A PENA, VISITE: OVELHA MAGRA - http://ovelhamagra.blogspot.com/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

72 - SOB O VERNIZ DA "PIEDADE"


Embora eu me regozije com conversões súbitas, eu tenho sérias suspeitas quanto a essas pessoas repentinamente felizes que nunca parecem ter se entristecido com o próprio pecado.

Receio que esses que vêm tão facilmente à religião, freqüentemente a perdem completamente com a mesma facilidade.

Saulo de Tarso foi convertido subitamente, mas nenhum homem já passou por maior horror de escuridão do que ele, antes que Ananias viesse a ele com palavras de conforto.

Eu gosto do arado profundo. A raspagem superficial do solo é trabalho pobre.

O corte profundo da terra sob a superfície é grandemente necessário.

Afinal de contas, os cristãos mais duradouros parecem ser aqueles que viram que o mal interior que neles há é profundo e repugnante, e depois de algum tempo foram levados a ver a glória da mão curativa do SENHOR JESUS conforme Ele a estende no Evangelho.

Receio que em muito da religião moderna há uma carência de profundidade em todos os pontos.

Eles não tremem profundamente nem se regozijam grandemente. Eles não se desesperam muito, nem acreditam muito.

Oh, cuidado com um verniz piedoso! Proteja-se da religião que consiste em colocar uma fina camada de piedade sobre uma pesada massa de carnalidade.

Nós precisamos de uma obra contínua no interior. A graça que alcança o centro e afeta o espírito mais interior é a única graça que vale a pena ter.

"Para pôr tudo em uma palavra, uma ausência do ESPÍRITO SANTO é a grande causa da instabilidade religiosa."

Cuidado para não confundir excitação com o ESPÍRITO SANTO ou as suas próprias resoluções com os profundos mecanismos do ESPÍRITO DE DEUS na alma. Tudo aquilo que a natureza pinta, DEUS queimará com ferro quente.

Qualquer coisa que a natureza põe em funcionamento, Ele fará parar e jogará fora com os trapos.

Você precisa nascer de cima, você precisa ter uma nova natureza forjada em você pelo dedo do próprio DEUS, já que de todos os seus santos está escrito, "Pois somos feitura dele, criados em CRISTO JESUS."

Oh, mas, em todos os lugares eu temo que haja uma ausência do ESPÍRITO SANTO!

Há muita coisa vindo de uma moralidade espalhafatosa, superficial, muitos clamores de "Paz, Paz" onde não há nenhuma paz; e muito pouca ansiedade profunda advinda de um exame do coração para ser completamente purificado do pecado.

Verdades bem conhecidas e facilmente lembradas são cridas sem serem acompanhadas uma devida impressão do peso delas; esperanças sem consistência e confianças infundadas são formadas e é isso que faz com que os enganadores sejam tão abundantes e os espetáculos carnais tão comuns.

C.H. Spurgeon

Fonte:http://www.bomcaminho.com/chs010.htm


Postado por Odair Mercham Junior



*VALE A PENA, VISITE: JESUS,O AMOR MAIOR - http://jesusmaioramor.blogspot.com/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

71 - MÃOS À OBRA!


Amados irmãos, me digam, do que adianta alguém dizer que tem se ela não vier acompanhada de obras (ações) será que essa poderá salvá-lo? Tg.2.14

Por exemplo, pode haver irmãos ou irmãs que precisam de roupa e que não têm nada para comer. Se vocês não lhes dão o que eles precisam para viver, não adianta nada dizer: “Que Deus os abençoe! Vistam agasalhos e comam bem.” Tg.2.15,16

Portanto, a é assim: se não vier acompanhada de obras (ações) , é coisa morta. Tg.2.17

Mas alguém poderá dizer: “Você tem fé, e eu tenho obras (ações).” E eu responderei: “Então me mostre como é possível ter fé sem que ela seja acompanhada de obras (ações). Eu vou lhe mostrar a minha fé por meio das minhas obras (ações).” Tg.2.18

Você crê que há somente um DEUS? Ótimo! Os demônios também crêem e tremem de medo. Tg.2.19

Vou provar-lhe que a sem obras (ações) é inoperante. Tg.2.20

Como é que o nosso pai da Abraão foi aceito por DEUS? Foi pelo que fez quando ofereceu o seu filho Isaque sobre o altar. Tg.2.21

Veja como a sua e as suas obras (ações) agiram juntas. Por meio das suas obras (ações), a sua se tornou completa. Tg.2.22

Aconteceu o que as Escrituras Sagradas dizem: “Abraão creu em DEUS, e por isso DEUS o aceitou.” E Abraão foi chamado de “amigo de DEUS”. Tg.2.23

Assim, vocês vêem que a pessoa é aceita por DEUS por meio das suas obras (ações) e não somente pela . Tg.2.24

Foi o que aconteceu com a prostituta Raabe, quando hospedou os espiões israelitas e os ajudou a sair da cidade por outro caminho. DEUS a aceitou pelo que ela fez. Tg.2.25

Assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a sem obras (ações) está morta. Tg.2.26

“Vocês são a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;Nem se acende uma candeia e se coloca debaixo de um cesto, mas no velador, para que dê luz a todos que estão na casa.

Assim resplandeça a sua luz diante dos homens, para que vejam as suas boas obras (ações) e glorifiquem a seu Pai, que está nos céus.". Mt 5, 14-16

Pois podendo o homem fazer obras, e não as fazendo, peca contra DEUS e não se justifica pela , visto que sua é morta ao não produzir os frutos esperados:

"Outra parte [das sementes], finalmente, caiu em terra fértil, germinou e deu fruto ao cêntuplo." E dizendo isso, exclamava: "Quem tem ouvidos para ouvir, ouça!" (Lc 8, 8).

É certo que obras a ninguém salvará, mas o salvo pela obras maiores fará.

Portanto, em DEUS e MÃOS Á OBRA!

Odair Mercham Junior


*VALE A PENA, VISITE: JESUS,O AMOR MAIOR - http://jesusmaioramor.blogspot.com/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

70 - QUEM TEM PROMESSA NÃO MORRE!


Quem nunca ouviu a expressão QUEM TEM PROMESSA NÃO MORRE!

Mas será mesmo verdade?

A mesma idéia que invalida a morte por um período de tempo para aqueles que têm promessa, também não invalidaria a volta de CRISTO por igual período?

Se fosse desta maneira, muitos que esperam o cumprimento de alguma ‘promessa’ teriam a certeza de que não seriam surpreendidos pelo dia do SENHOR por um determinado período de tempo

“Irmãos, acerca dos tempos e das estações, não necessitais de que se vos escreva;” (1Ts 5.1).

A bíblia contraria este argumento uma vez que quem tem promessa de DEUS também morre! Abraão, Isaque e Jacó tinham uma promessa de DEUS, porém, morreram sem alcançá-las

"Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas; mas vendo-as de longe, e crendo-as e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra" (Hb 11.13).

Quem tem promessa de DEUS morre, pois para DEUS vivem todos!

A morte física não é empecilho para cumprimento de suas promessas e Abraão verá o cumprimento cabal das promessas de DEUS.

Do modo que esta expressão é colocada entende-se que a morte põe termo às promessas de DEUS, o que não é verdade, pois DEUS não é DEUS de mortos. (Lc 20.38).

Quem foi mais vitorioso: o evangelista João, que morreu velho e de morte natural (Jo 21.22), ou Estevão, que foi apedrejado no início do seu ministério? (At 7.55-58).

Quem teve maior fé, Moisés que rejeitou ser chamado filho da filha de Faraó ou Tiago, irmão de João, que foi morto ao fio da espada? (At 12.2).

Pela fé ‘todos’ os personagens bíblicos citados anteriormente pelo escritor da carta aos Hebreus morreram sem alcançar as promessas "E todos estes, tendo tido testemunho pela fé, não alcançaram a promessa..." (Hb 11.39).

Há acepção de pessoas em DEUS? Ele é injusto por dar livramento para alguns e outros não? A promessa de DEUS não é para todos os homens?

A idéia de “que quem tem promessa não morre” surge de uma falta de compreensão sobre o que é a promessa de DEUS e como alcançá-la. Para uma melhor compreensão é preciso entender estes dois versos:

“Portanto não lanceis fora a vossa confiança, que tem uma grande recompensa. Necessitais de perseverança, para que, depois de haverdes feito a vontade de DEUS, alcanceis a promessa” (Hb 10.35-26).

‘Não lançar fora a confiança’ é o mesmo que ‘perseverar na fé’. Qual fé? Ora, a mesma fé que uma vez foi dada aos santos: a verdade do evangelho (Jd 1.3).

É necessário a todos que crêem na mensagem do evangelho perseverar, pois esta é a obra perfeita que a fé produz no cristão: a perseverança (Tg 1.4).

A fé sem perseverança é morta, pois esta é a obra perfeita que a fé produz no cristão!
Só alcança a promessa de DEUS aqueles que fazem a sua vontade!

Qual é a vontade de DEUS que o homem deve fazer (executar)?

Sacrifícios, imprecações, orações, jejuns, etc.? Não! A vontade de DEUS é esta:

“Que creiais naquele que Ele enviou” (Jo 3.23).

Não é da vontade de DEUS que o cristão se fixe nas coisas desta vida, e as suas promessas não dizem de coisas passageiras, tais como: bens materiais, relacionamentos humanos, viagens, ministérios, dons, etc., antes é preciso viver hoje como se CRISTO voltasse agora.

Há um grande misticismo no mundo! Os homens vivem em procura de prognósticos, adivinhações, oráculos, promessas, etc.

DEUS não contraria a sua palavra, concedendo uma promessa pontual para o amanhã, uma vez que o dia de amanhã não nos pertence

"Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal" (Mt 6.34).


Enquanto JESUS disse que no mundo os seus seguidores teriam aflições, muitos cristãos se valem de pretensas promessas para reclamar de DEUS como fez Baruque:

“Ai de mim! Acrescentou o Senhor tristeza à minha dor; estou cansado do meu gemido, e não acho descanso” (Jr 45.3).

Porque fizeram algo, como fez Baruque ao ser escriba de Jeremias, pensam que DEUS lhes deve alguma coisa. O descanso que procuram é concernente a esta vida, e desprezam o verdadeiro descanso do SENHOR!

Para estes diz o SENHOR:

“Procuras grandezas? Não as busques. Pois eu trarei mal sobre toda a humanidade, diz o Senhor, mas a ti darei a tua alma por despojo, em todos os lugares para onde fores” (Jr 45.5).

Firmemo-nos na palavra, e não em frases de efeito generalistas, usadas por animadores de auditório que não têm compromisso com a VERDADE.

Em CRISTO, onde todas as promessas se cumprem.

Referência: http://www.estudobiblico.org

Postado por Josué Miguel


*VALE A PENA, VISITE: INCONFORMADOS COM O MUNDO - http://inconformadoscomomundo.blogspot.com/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

69 - EM ESPÍRITO E EM VERDADE


"Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o PAI em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem", (João 4: 23).

Esta passagem, embora bastante conhecida, ainda não é bem compreendida por muitos cristãos.

Para compreendê-la, adequadamente, precisamos procurar analisar o significado individual das palavras nela utilizadas.

1ª- ADORAR: Muitas pessoas pensam que ADORAR consiste em simplesmente orar e cantar louvores. Na verdade isso é apenas cultuar; ADORAR é muito mais profundo do que isso.

Veja que enquanto amar significa se relacionar com plena igualdade, seja na dor, na alegria etc; ADORAR significa se submeter e servir, seja na dor, na alegria etc. (quem ama, divide, compartilha; quem adora, se prostra, se submete aos ensinamentos e ordenanças com total confiança).

2ª- ESPÍRITO: A palavra ESPÍRITO está relacionada à alma, à parte do ser humano que não tem aparência física, mas controla todo o corpo semelhantemente ao "software" nos computadores e robôs. Referir-se ao ESPÍRITO é referir-se a parte não-aparente, porém, a mais importante.

3ª- VERDADEIRO: A palavra VERDADEIRO significa sem falsidade, sem hipocrisia; de coração puro.

Então, a afirmação: "Os verdadeiros adoradores adorarão o PAI em espírito..."; em outras palavras poderia ser traduzida assim: os verdadeiros servos servirão ao PAI com o interior da alma, isto é, por vontade própria e sem produzir aparências inúteis tais como discursos demagogos, orações repetitivas, histerias em praça pública, etc.

Já a segunda afirmação: "Os verdadeiros adoradores adorarão o Pai... em verdade"; ficaria assim: os verdadeiros servos servirão ao Pai... Sem falsidade, sem hipocrisia e de coração puro, isto é, por entendimento e convicção e não por obrigatoriedade desta ou daquela tradição.

Não é pelo que aparentamos nem pela obediência cega que faremos a vontade do PAI. O verdadeiro adorador segue a orientação de DEUS buscando uma conduta pura e irrepreensível independentemente dos costumes desta ou daquela Denominação.

O EXTREMISMO, tanto no que diz respeito ao tradicionalismo religioso, quanto no que diz respeito a alucinações espiritualistas, não representa a vontade de DEUS.

Então, se não é pela parte aparente que DEUS nos avalia,de que maneira poderemos identificar as pessoas que fazem realmente a vontade do PAI?

Na verdade, analisando apenas as aparências fica muito difícil de identificá-las; pois o verdadeiro cristão não se preocupa em produzir aparências.

Observe a orientação de JESUS CRISTO descrita em Mt. 6.3-7:

“Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita;Para que a tua esmola seja dada em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, ele mesmo te recompensará publicamente.

E, quando orares, não sejas como os hipócritas; pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão.

Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu PAI, que vê em secreto, te recompensará publicamente.

E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos.”


Portanto, não temos a capacidade e a legitimidade de julgar e condenar esta ou aquela pessoa por não possuir a "aparência cristã" que nós esperávamos. Somente AQUELE que vê em secreto o pode fazer sem medo de errar.

Precisamos meditar sobre isso antes de intentarmos julgar quem vai para o céu e quem vai para o inferno, seja ao nosso redor, seja na nossa cidade, na nossa nação ou nas nações estrangeiras.

Não podemos esquecer que é pelo fruto que se conhece uma árvore, e não pela sua aparência.

A ADORAÇÃO é proveniente da obra criativa de DEUS (nova criatura), pois quem dentre as suas criaturas poderá dar honra, glória e louvor a DEUS se não nascer de novo? É por isso que DEUS faz todas as coisas para e em louvor de sua glória!

A palavra ADORAÇÃO assim como outras palavras admiráveis como “GRAÇA” e “AMOR” podem ser mais facilmente experimentadas do que descritas. Por encontrar-se intimamente ligada ao conhecimento (revelação) que temos da pessoa de DEUS em nós.

Realmente a forma mais popular de ADORAÇÃO é por meio de sua associação ao culto a DEUS através da música (cânticos e hinos).

Mas não podemos permanecer só nisso.ADORAR não é ficarmos em pé com olhos fechados e as mãos levantadas aos domingos nos cultos em nossas igrejas.

Sejamos legítimos ADORADORES em todos os lugares onde estirvermos e em tudo o quanto fizermos; completamente obedientes e submissos a vontade do PAI. Adorando-o principalmente com nossos exemplos de vida cristã.

Sempre EM ESPÍRITO E EM VERDADE.

Que DEUS nos abençoe.

Referência:http://protestante.renascebrazil.com/


Por Josué Miguel da Silva



Sempre *VALE A PENA, VISITE: ESTUDOS BÍBLICOS POR EMAIL - http://estudosbiblicos-email.blogspot.com/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Template Rounders modificado por ::CAMINHO PLANO::
| 29/11/2008 |