domingo, 13 de novembro de 2011

183 - PROFUNDIDADE


Coisas profundas são intrigantes.

Selvas profundas.

Águas profundas.

Cavernas profundas, desfiladeiros profundos.

Pensamentos profundos e conversas profundas.

Não há nada como a profundidade para nos tornar insatisfeitos com as coisas superficiais, rasas.

Uma vez que tenhamos cavado abaixo da superfície, e experimentado as maravilhas e os mistérios que há na profundidade, percebemos o valor de investirmos o tempo necessário e enfrentarmos todo obstáculo para alcançarmos essas profundezas.

Isso é particularmente verdadeiro no reino espiritual.

Deus nos convida a irmos mais a fundo, e não ficarmos satisfeitos com os aspectos superficiais.

Lemos nas Escrituras que o Espírito de Deus “a todas as cousas perscruta, até mesmo as profundezas de Deus” (1 Co 2:10).

A profundidade de Sua sabedoria e de Seus caminhos é definida como “insondável” e “inescrutável”, de acordo com Romanos 11:33.

”Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus!

Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos!“

Próximo ao fim de suas tribulações, Jó refere-se aos propósitos profundos,misteriosos e inexplicáveis do Senhor como sendo “cousas maravilhosas demais para mim, cousas que eu não conhecia” (Jó 42:3).

O profeta Daniel afirmou que Deus “revela o profundo e o escondido” e que “conhece o que está em trevas”(Dn 2:22).

Certamente nosso Senhor opera em domínios muito além da nossa capacidade de compreender, mas Ele espera que nós exploremos e experimentemos aquilo que está além do que é óbvio.

Algumas das melhores verdades de Deus, como tesouros inestimáveis, acham-se escondidas em profundidades tais, que muitas pessoas nunca dão o tempo necessário para procurá-las e encontrá-las.

Que perda para nós!

Com paciência e graciosamente Ele está à espera para revelar as percepções e as dimensões da verdade àqueles que se dispõem ao menos a sondar, a examinar, a meditar.

Mesmo sendo tão importantes e intrigantes como as coisas profundas de Deus devem ser, elas resistem totalmente a qualquer tentativa de ser descobertas pelos meios naturais de nossas mentes.

Ele reserva essas coisas para aqueles cujos corações são totalmente Dele… para aqueles que reservam tempo suficiente para buscar Sua face.

Somente desse modo pode haver intimidade com o Todo-Poderoso.

Provavelmente, você em sua vida já está farto de coisas superficiais…você está cansado de conversa mole e de pensamentos não profundos.

Você sabe que tem que haver mais; somente não sabe como chegar lá.

Uma coisa é certa: você não quer permanecer onde e como você está.

Parabéns.

Ninguém está apto a ir às profundezas a menos que esteja saturado com o superficial.

O que você almeja, pelo que sei, é intimidade com o Todo-Poderoso.

Haverá neste mundo algo mais importante para um filho de Deus?

Acho que não.

Contudo, estranhamente, bem poucos procuram alcançar esta tão importante prioridade.

Uma mudança é necessária!

Como o grande apóstolo Paulo, façamos deste o nosso “propósito bem determinado”.

Nos esforcemos para deliberadamente abraçar este alvo:  

“conhecer a Cristo com maior profundidade e intimidade”.

Não é conhecer teologia dessa forma, por mais importante que ela possa ser.

Não é conhecer a igreja com profundidade e intimidade, por mais valorosa que ela seja.

Não, não é nada disso que temos que conhecer com maior profundidade!

Devemos conhecer… a Cristo.

A Cristo e somente a Ele!

De agora em diante, que o nosso alvo na vida seja conhecer a Cristo com maior profundidade e intimidade.

Creio que era precisamente isto que Jesus tinha em mente quando ordenou:  

“Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça…” (Mt 6:33)


Que Deus abençoe a todos.


Fonte: http://www.sevalente.com/


*VISITE TAMBÉM: A TENDA NA ROCHA - http://www.atendanarocha.com/  VALE A PENA. Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Template Rounders modificado por ::CAMINHO PLANO::
| 29/11/2008 |