UM BLOG A SERVIÇO DE CRISTO

domingo, 22 de janeiro de 2012

192 - ENXERGANDO ALÉM


Quando Jesus e seus discípulos estiveram em Jerusalém, depararam-se com um homem que era cego desde o seu nascimento.

Isso gerou uma pergunta na mente dos discípulos com a qual eles devem ter-se debatido por um bom tempo.

Perguntaram:

Quem pecou:

este homem ou seus pais, para que ele nascesse cego? (João 9:2).

O dilema baseava-se em uma suposição equivocada, a lição comum à época de que as doenças eram sinais do juízo de Deus.

Não restava dúvida, em seu modo de pensar, de que alguém havia pecado.

Mas quem?

Os discípulos estavam tentando, a partir de sua limitada perspectiva, responder a uma pergunta que muitas vezes nos pegamos fazendo.

Por que aconteceu isso?

Por que meu filho se envolveu com drogas?

Por que meu pai teve câncer?

Por que nossa casa foi consumida pelo fogo?

Por que eu perdi meu emprego?

Por que fui processado?

As perguntas são intermináveis.

Cada um tem sua lista específica.

Algumas vezes há tanta emoção envolvida, que nem mesmo nos atrevemos a nos permitir verbalizar a frustração que sentimos, porque perguntar e não encontrar uma resposta franca e direta pode vir a ameaçar as bases do que cremos a respeito de Deus e de sua bondade.

E, mesmo assim, a pergunta ainda permanece.

Tal qual os discípulos, somos inclinados a olhar para as adversidades de uma forma limitada.

Em sua resposta à pergunta dos discípulos, Jesus revela mais um erro que contaminava a teologia de seus dias.

No entanto, sua resposta vai além:

nos esclarece e apresenta uma perspectiva muito mais ampla acerca do sofrimento do que aquela sustentada pela maioria.

Sua resposta oferece esperança para aqueles que, por muito tempo, têm tido medo de perguntar o porquê.

Ela nos permite olhar para além de nós mesmos, o que já é em si mesmo um progresso.

Jesus respondeu:

“Nem ele nem seus pais pecaram”.

Em outras palavras, sua forma de pensar é muito limitada, vocês precisam pensar sob algumas novas categorias.

Jesus respondeu:

Nem ele nem seus pais pecaram, mas isto aconteceu para que a obra de Deus se manifestasse na vida dele (João 9:3).

Esta afirmação traz implicações surpreendentes.

A frase :

“isto aconteceu para que”
expressa propósito.


Havia um propósito de Deus para a cegueira daquele homem.

Os discípulos viam sua cegueira como o resultado de algo.

Jesus, entretanto, fez com que soubessem, de forma muito clara, que aquela cegueira não era o resultado de nada que o homem fizera.

Que a cegueira daquele homem era parte do propósito de Deus.

Jesus curou aquele homem.

Então, ele e os demais se depararam com o poder e a misericórdia do Pai.

A cura do cego foi mais além do que o fim da cegueira física, ouve uma cura espiritual que se estendeu para aqueles que assistiram o milagre do Senhor.

Bem mais importante do que a fonte da adversidade é a reação diante dela.

Por quê?

Porque a adversidade, não importa a fonte, é o instrumento mais eficaz de Deus para aprofundar a fé e o compromisso com Ele.

As áreas onde se experimenta a maior adversidade são as áreas em que Deus está atuando tenazmente.


Charles Stanley


Que Deus abençoe a todos.


Fonte: http://www.ibamc.blogspot.com/


*VISITE TAMBÉM: ASSEMBEREIANOS - http://kdjesus.blogspot.com/ - VALE A PENA. Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários :

Quesia Vieira da Silva disse...

A paz do Senhor querido quero dizer que pode contar comigo o blog que estou postando é o http://bibliamanancial.blogspot.com quem é o criador desse blog é o meu irmão Estêvão, nós dois postamos e agradeço mesmo se vierem nos visitar, parabéns pelo trabalho...

fiquem na paz!

Sadrac Pereira disse...

exelente reflexão meu irmão. já estou te seguindo. sadracpereira.blogspot.com

Rosa Farias disse...

Há sempre um propósito de Deus para todas as coisas.Gostei do texto. Paz

Anônimo disse...

a paz do senhor irmao, to muito feliz de ter caminho plano novamente em meu blog, pode postar a vontade maravilosa tdas as ppostagens q Deuus nos ilumine e possamos postar sempre algo sobre o senhor Deus e o seu poder conto c vcs wwwtrovadores.blogspot.com sonia autora.

Template Rounders modificado por ::CAMINHO PLANO::
| 29/11/2008 |