quarta-feira, 20 de maio de 2009

45 - REJEITANDO SAUL


Saul foi o rei eleito pela vontade do povo de Israel, com o consentimento de DEUS. Começou bem, cresceu vertiginosamente e da mesma forma decaiu em vergonhosa derrocada.

O que levou este escolhido de DEUS a um fim tão triste? O que podemos aprender com suas atitudes?

Vejamos:

1) Fazer o que não foi chamado por DEUS para realizar, justificando seus atos com desculpas "esfarrapadas". Resultado: perde a benção!

No 1º livro de Samuel Capítulo 13 versículos de 7 a 13 vemos o rei desempenhando um papel que não lhe cabia: ser sacerdote. Ele até esperou um tempo pelo profeta, mas a sua ansiedade o moveu a oferecer o holocausto no lugar do homem de DEUS, desempenhando assim um ofício que não lhe era permitido.

O pior é que não houve qualquer arrependimento pelo erro, em vez disso, ao ser perguntado pelo motivo daquela atitude, disparou logo uma desculpa: "Porquanto via que o povo,deixando-me, se dispersava, e que tu não vinhas no tempo determinado, e que os filisteus já se tinham ajuntado em Micmás,eu disse: Agora descerão os filisteus sobre mim a Gilgal, e ainda não aplaquei o SENHOR. Assim me constrangi e ofereci o holocausto."

Resultado catastrófico para Saul: perdeu tudo aquilo que Deus queria lhe proporcionar. "Procedeste nesciamente; não guardaste o mandamento que o SENHOR teu DEUS te ordenou. O SENHOR teria confirmado o teu reino sobre Israel para sempre"

Contenha a sua ansiedade: espere a palavra se cumprir!

Quando fazemos algo que não fomos orientados por DEUS a realizar, seja pelo motivo que for, nos afastamos de DEUS e perdemos muito!
Todas as nossas atitudes têm um resultado que podem atrair as bênçãos de DEUS para a nossa vida ou afastá-lo para bem longe.

2) Não fazer aquilo que lhe cabe concretizar pelo chamado de DEUS, justificando seus atos com desculpas "esfarrapadas".Resultado: é rejeitado pelo Senhor!

Em outra ocasião, DEUS deu uma instrução para que o rei fosse e destruísse completamente os inimigos do povo de DEUS: "Vai, pois, agora e fere a Amaleque, e o destrói totalmente com tudo o que tiver; não o poupes, porém matarás homens e mulheres, meninos e crianças de peito, bois e ovelhas, camelos e jumentos." 1 Samuel 15:3

Em vez de seguir à risca o mandado de DEUS, fez de outro modo, não levando a termo a vontade de DEUS, poupando o rei do inimigo e o melhor dos seus rebanhos.

"Mas Saul e o povo pouparam a Agague, como também ao melhor das ovelhas, dos bois, e dos animais engordados, e aos cordeiros, e a tudo o que era bom, e não os quiseram destruir totalmente; porém a tudo o que era vil e desprezível destruíram totalmente." 1 Samuel 15:9

Novamente o rei se muniu de justificativas falhas para apoiar o seu erro.
Primeiramente não falou ao profeta do que havia feito como forma de encobrir o ocorrido (1 Samuel 15:14) e quando foi descoberto colocou a culpa no povo (1 Samuel 15:21).
Finalizando expressou a intenção de oferecer o fruto da sua desobediência ao próprio DEUS! (1 Samuel 15:15) Um abismo chama outro abismo pior ainda.

A desobediência ao caminho de DEUS faz como que se perca a sensibilidade à sua voz, deixando-nos abertos ao inimigo e embasando nossos atos no engano ou em armas meramente naturais.
Resultado da desobediência: Saul foi definitivamente rejeitado pelo SENHOR. (1 Samuel 15:21 a 23)

3) Cercar-se de péssimo assessoramento: ouve conselhos errados, vindo de fontes erradas, apoiando ações equivocadas. A base da sua obediência deve ser o que DEUS lhe diz!
Saul tinha um servo de confiança, seu apoiador, que considerava como ponto forte.

Doegue era um homem da cidade de Edom, sabidamente inimigos e perseguidores do povo de DEUS! "Ora, achava-se ali naquele dia um dos servos de Saul, detido perante o Senhor; e era seu nome Doegue, edomeu, chefe dos pastores de Saul." 1 Samuel 21:7

Saul tinha o homem errado como seu mais fiel aliado, nem se dava conta de que estava alimentando um filho estranho.
"Estende as tuas mãos desde o alto; livra-me, e arrebata-me das muitas águas e das mãos dos filhos estranhos, Cuja boca fala vaidade, e a sua mão direita é a destra de falsidade." Salmo 144:7 e 8.

Doegue mostrou-se uma praga para Saul e para o povo de DEUS: delatou as ações de Davi, rei escolhido por DEUS para substituir Saul (1 Samuel 22:8 a 10) e sob as ordens do rei ele exterminou os sacerdotes de DEUS, matou homens, mulheres, crianças e os rebanhos (1 Samuel 22:18 e 19).

Seu ponto forte pode estar separando você de DEUS. Está confiando tanto nessa habilidade que não está permitindo que DEUS o capacite em outras qualidades que são imprescindíveis para o seu sucesso.

Muitas vezes o que consideramos ponto forte é uma verdadeira dor de cabeça.
Pode se traduzir em um costume que trazemos do mundo: resolver as situações pelas nossas próprias mãos! Exemplo: o costume do empréstimo para pagar dívidas, sustentar uma mentira para agradar ou não ferir alguém, não pedir perdão pelo pecado cometido contra alguém por medo da reação, etc.

Tire o "filho estranho" para poder ser conduzido por DEUS, mantê-lo na sua vida vai trazer destruição muito maior do que você poderia supor.
Não se deixe mais levar pelo instinto humano e sim pela palavra de DEUS.

Muito cuidado com as habilidades que não vêm de DEUS!

O seu "Doegue", o "filho estranho" pode ser a influência que os outros tem sobre você, gente que você considera muito, mas que o estão levando por caminhos escusos.
Doegue pode ser o nosso ego, influência dos pensamentos, o império do procedimento do homem contra os procedimentos de DEUS.
O estranho que rouba a sua bênção pode ser uma declaração da sua própria boca!
Não dê mais evasivas para o que DEUS lhe fala para fazer: corra e faça agora, mesmo que doa. Não se deixe mais influenciar negativamente pelos velhos hábitos.

De que atitudes você precisa abrir mão?

Primeiramente decida-se que quer ser dirigido somente por DEUS: "SENHOR, se existe alguma atitude em mim que precisa ser mudada, eu peço, onde houver alguma atitude me segurando, me travando abra os meus olhos porque eu não a quero mais!"; depois consulte, ouça e faça apenas o que DEUS lhe fala.

4) Valorizar mais o seu status e o sucesso do que o respeito a Deus. Resultado: a coroa cai da sua cabeça!
O arrependimento de Saul foi originado pela sede de se manter no poder e não por quebrantamento sincero de coração perante a vontade do Pai. (1 Samuel 15:24 a 27)
Saul valorizava mais a coroa posta em sua cabeça do que o devido temor a DEUS.
Quando Saul viu que perdia o reino de Israel por decreto divino tomou uma atitude, mas foi tarde demais: DEUS já havia dado o reino para Davi, homem conforme o coração de Deus. "Então Samuel lhe disse: O SENHOR tem rasgado de ti hoje o reino de Israel, e o tem dado ao teu próximo, melhor do que tu." 1 Samuel 15:24 a 28

Como você tem se mantido nos seus negócios? Ganhar dinheiro a qualquer custo tem sido o seu termômetro de sucesso?Onde tem ficado o seu temor a Deus?
Diz a palavra que "Quem observa o vento, não semeará, e o que atenta para as nuvens não segará." (Eclesiastes 11:4) então pare de dar desculpas para não fazer algo da forma que a palavra lhe diz.

Existem muitas idéias formadas que são comuns no mundo dos negócios, contrárias à palavra de DEUS, que podem estar minando o seu sucesso: "se eu tirar nota fiscal, não vou ganhar nada"; adquire mercadorias de forma duvidosa: "sem nota, meia nota, sem procedência...", "se eu não fizer isso, não dá para continuar". São desculpas para andar errado, não planta, não colhe.

Em que bases o seu negócio está prosperando? Olhe como tem sido o seu procedimento.
Está numa encruzilhada? Perdido? Sem solução?
JESUS quer mudar o seu caráter para os negócios.

Crente que tem juízo é amigo de DEUS e faz o que Ele manda. "Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando." João 15:14
Decida-se a abandonar as idéias erradas e os costumes fora da palavra de Deus.
Somente os mortos e os tolos não obedecem. Aqueles porque nada sabem, e estes porque insistem em dizer que não podem mudar que se fizerem certo vão sair perdendo!
Não dê mais desculpas para perpetuar atitudes que desagradam a DEUS, pare de resistir ao Espírito Santo!

Você se diz um especialista no seu ramo de atividade, que é você quem sabe como se conduzir ali para ter sucesso. Cuidado: "baixe a bola" e passe a respeitar as regras de DEUS, pois foi Ele quem criou todas as coisas! Seguramente Ele sabe bem mais do que você.

Seguir as regras criadas pelos homens parece vantajoso, inofensivo e sem más conseqüências, afinal de contas você está ganhando dinheiro, então está tudo bem...mas essa atitude trás queda repentina.
O engano nos convence até que estávamos fazendo tudo certo, e, de repente, sobrevém uma nuvem densa de sofrimento. A culpa foi do governo, do mercado, do concorrente... ("maldição sem causa não se cumpre". Provérbios 26:2b)

As desculpas esfarrapadas para não fazer algo ou para fazê-lo fora da direção dada por Deus vão criando uma lacuna entre nós e DEUS. Você grita, ora, berra, se descabela mas Deus não pode ouvir o seu pleito, pois a sua distância para com o CRIADOR é imensa!
É DEUS quem realiza o desejo do nosso coração! (Salmo 37:4)
Você não precisa sair por aí em disparada, Ele nos alcança e nos entrega todo o Seu bem que nos tem reservado.
Você só vai se realizar quando receber diretamente das mãos de DEUS aquilo que Ele tem guardado para você.

REJEITE JÁ O SAUL QUE EXISTE DENTRO DE VOCÊ!!!

Referência: http://www.webartigos.com/articles/6946/1/saul-o-rei-das-desculpas/pagina1.html

Por Odair Mercham Junior


*VALE A PENA, VISITE: CRISTIANO SANTANA - UMA VISÃO DO MUNDO
http://cristisantana.blogspot.com/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Template Rounders modificado por ::CAMINHO PLANO::
| 29/11/2008 |