quarta-feira, 9 de setembro de 2009

66 - A MAIS ESCURA DAS NOITES


Há momentos em nossas vidas em que pensamos em olhar para trás, a noite parece mais escura que o habitual e nossa sensação é a do mais completo abandono.

É como se DEUS estivesse ocupado demais para se preocupar conosco, é como se ELE tivesse esquecido de nós ou saído para dar um passeio e nos deixasse falando sozinhos.

Oramos, jejuamos, louvamos, passamos a freqüentar grupos de orações até de madrugada, vigilias e... Nada! Nesses dias em que vivemos esse “ministério noturno”, precisamos compreender que não há nada de errado conosco.

No nosso relacionamento com DEUS nem sempre sentiremos sua presença. JESUS experimentou este tipo de sensação, quando por fim bradou:

"Eli, Eli, lamá sabactani; isto é, DEUS meu, DEUS meu, por que me desamparaste".

Não havia ninguém para consola-lo naquele momento, ninguém estava ali para enxugar suas lágrimas, ele estava sozinho pois assim convinha ser.

Todo relacionamento passa por períodos de proximidade e distanciamento, e, no caso de nosso relacionamento com DEUS, por mais intimo que seja, o pêndulo vai oscilar de um lado para outro. Podendo parecer que o SENHOR está distante,mas mesmo não sentindo sua presença, DEUS continua do nosso lado, nos ouvindo, nos sentindo, sofrendo conosco.

Pois há momentos em nossa vida em que DEUS traz os remos, mas somos nós que temos de remar!

São esses momentos que nos fazem lembrar daquilo que DEUS já fez por nós. Somos peritos em esquecer das coisas.

Somente a cruz já nos seria motivo suficiente para enchermos nossos corações de alegria e esperança. ELE nos comprou não com ouro, prata, dólar, euro ou real, mas com o sangue do seu Filho.

Esse foi o preço da nossa reconciliação, do nosso passaporte para a glória. Foi por nós que ele enviou seu filho JESUS, a Rosa mais linda do jardim da eternidade.

O profeta Jeremias escreveu:

"Disto me recordarei na minha mente; por isso esperarei. As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, por que suas misericórdias não tem fim; novas são a cada manhã; grande é a sua fidelidade".

É tempo de trazermos ao nosso coração suas promessas. DEUS enxerga todas as nossas lágrimas mesmo as que nunca foram derramadas. DEUS não é homem para que minta, ELE vela por sua palavra. DEUS sempre cumpre o que promete.

John Bunyan dizia a si mesmo durante os anos que passou injustamente na prisão:

"Enquanto meus olhos puderem achar uma promessa na bíblia, enquanto houver um momento para respirar e viver neste mundo, enquanto eu puder esperar ou buscar por misericórdia, eu lutarei contra minha incredulidade e desespero".


O bom é ter esperança, e aguardar em silêncio o sol da misericórdia brilhar após

A MAIS ESCURA DAS NOITES.

Que DEUS os abençoe.

Referência:http://www.Ultimato.com.br/? =1®istro=1035


Postado por Odair Mercham Junior




*VALE A PENA, VISITE: MARCAS DE CRISTO - http://leomarcasdecristo.blogspot.com/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Template Rounders modificado por ::CAMINHO PLANO::
| 29/11/2008 |